Cecil Ravelas

No auge da sua carreira como gerente de projetos nas Filipinas, a Alumna Cecil Ravelas é atraída para a capital do Design, Milão, para desenvolver ainda mais suas habilidades e conhecimentos. Seguindo as tendências do mercado e a demanda de seu país de origem, Cecil frequenta o curso de Design de Hotel Boutique do Istituto Marangoni. Nesta breve entrevista, ela conta como seu projeto do curso no Istituto Marangoni mais tarde se transformou em um dos hotéis boutique mais fascinantes de Palawan, nas Filipinas, recentemente apresentado na revista Forbes.

O que te trouxe das Filipinas para Milão?

Nos últimos anos, temos experimentado um interesse crescente no desenvolvimento de hotéis e cassinos nas Filipinas. Participei pessoalmente de multiprojetos como diretora/gerente de projetos para a maioria dos proprietários; experiência que me chamou a atenção para me concentrar no design, particularmente no design de Luxo e Hospitalidade. Durante esses projetos, muitas vezes visitei Milão para adquirir material e me vi profundamente fascinada por sua cultura, que inevitavelmente, influenciou a minha sensibilidade estética. Assim, quando pensei em continuar aprendendo para melhor atender meus clientes, foi natural escolher Milão e seu ambiente dinâmico. Por isso, matriculei-me no curso de Hotel Boutique do Istituto Marangoni.

Como foi estudar no coração do design?

A coisa interessante em estudar em Milão foi que tudo que tinha que ser visto, como materiais, lugares e etc., ficava a apenas alguns metros das instalações da escola! Não é algo que se lê em livros ou se vê nos catálogos. Eu acho que o fato de Milão estar no centro do design representa uma grande oportunidade para os alunos, com sua rica história, riqueza cultural e materiais. A aprendizagem da própria fonte.

Qual é o valor agregado de estudar em um instituto italiano como o Istituto Marangoni?

Durante o curso, mergulhei ainda mais no design contemporâneo, luxuoso e sofisticado. Minha tutora e mentora, Ester Manitto, nos levou aos lugares mais importantes da cidade como observadores de um excelente design. O exercício me deu a oportunidade de aprender em profundidade como as coisas bonitas eram feitas. Fomos expostos a uma variedade de materiais disponíveis para nós, como pedras, têxteis, cerâmicas e etc. Visitamos as obras de grandes designers da época: Patricia Urquiola, Antonio Citterio, Giorgio Armani e Claudio Silvestrin. Ester nos fez ver as coisas através dos olhos de Bruno Munari, Achille Castiglioni e AG Fronzoni. Foi um período curto, mas foi o suficiente para ver as coisas de forma diferente novamente. Como designer, hoje eu diria que meus trabalhos vêm de uma experiência mais destilada, de muita introspecção e muita pesquisa.

Como nasceu o seu projeto para o Lagun Boutique Hotel?

No decorrer do nosso estudo, foi-nos confiada a tarefa de desenvolver um projeto que representasse nosso país. Curiosamente, eu estava no meio de uma comissão para fazer um resort em El Nido, Palawan. Palawan tem sido constantemente votado como o destino de viagem nº1 em todo o mundo. Por isso, o material foi perfeito para o meu curso. Durante o exercício do caso, Ester sempre nos lembrava que nosso hotel boutique precisava contar a história única do lugar. Ela continuou enfatizando que o processo de pesquisa é importante, que nossa seleção de materiais deve ser baseada no conceito de design ou na estrutura que definimos. Então, deveríamos procurar os materiais certos que traduzissem perfeitamente o nosso conceito. A pesquisa é tudo se você quiser contar uma história que as pessoas estarão dispostas a acreditar.

Assim nasceu o trabalho inicial e o conceito do The Nest (O Ninho), dentro das paredes do Istituto Marangoni. Como o nome do projeto sugere, eu me inspirei fortemente no nome da cidade El Nido, traduzido como “the nest”. Nido é a palavra espanhola para o ninho das andorinhas que são encontradas nas fendas de calcário da cidade. A colheita do ninho em El Nido, Palawan, data desde o tempo da colonização pré-espanhola. Portanto, é a história principal que deve ser contada.

Qual foi a ideia inicial do The Nest?

O quadro de materiais e as imagens que mostrei durante a apresentação do trabalho do curso foi um luxuoso complexo de casas feitas de pisos de calcário bege da Salvatori Stone e Dedar. A paleta era bastante neutra, com pedras bege semelhantes à areia da praia e pedras pontiagudas semelhantes à caverna calcária encontrada em El Nido. A textura estilizada do ninho já estava adaptada aos detalhes do telhado.

Como o projeto evoluiu depois de se formar no Istituto Marangoni?

O projeto evoluiu ainda mais quando se levou em consideração o tipo de hóspede que o hotel atenderia. Neste caso, eu sabia que ia ser o mercado da geração millenium e, portanto, o hotel precisava ter um caráter jovem e engraçado, algo digno do instagram. Com a necessidade de criar uma forte experiência visual para o hóspede, o The Nest lentamente se tornou o Hotel Lagun. O ninho, como alça visual, permaneceu no desenvolvimento do design do hotel Lagun. Na natureza, os ninhos são construídos de diferentes maneiras e com diferentes materiais, dependendo do que está disponível para a ave. Da mesma forma, eu me perguntei: se os humanos construíssem um ninho, como seria? Por todo o hotel, encontra-se um ninho – diferentes formas de lâmpadas e móveis em arame, metal ou em vime.

E a história…?

A história também evoluiu… Palawan é conhecida por sua diversidade marinha, portanto, é parte da história que queríamos contar aos hóspedes do hotel. Para criar uma variação visual em cada uma das áreas, introduzimos cores de destaque brilhantes derivadas da paleta submarina que é experimentada durante o mergulho. Foi aplicada na área de jantar e um dos quartos de hóspedes. Em algumas salas, apresentamos a cor amarela e turquesa brilhante, típicas do pavão de Palawan. Foi adaptado em uma cobertura de parede com destaque gráfico. Outro quarto de hóspedes é decorado em tons de vermelho, roxo e laranja. Essas cores representam os tapetes tecidos encontrados em Palawan e também lembram as “fiesta banderitas” da cidade. A idéia por trás de tudo isso era reintroduzir no hóspede a aventura que ele viveu em Palawan, ativando sua memória através do uso de cores e padrões encontrados dentro do hotel.

Voltando ao aninhamento, sabemos que também é um processo de montagem de materiais encontrados. No caso do Lagun, os viajantes cansados ​​vêm se refugiar aqui e, com eles, trazem uma coleção de memórias e experiências que podem ser tecidas em uma memória feliz para compartilhar com outros hóspedes do hotel.

COUNTRY
Philippines

BRAND OR PROFESSION
Design Project Manager

COURSE
_Cursos Executivos De Curta Duracao ·

SCHOOL
Milano school of design

YEAR OF DEGREE
2016